Quinta de Pancas Grande Escolha 2011

Quinta de Pancas Grande Escolha 2011

O Quinta de Pancas Grande Escolha 2011, é o novo topo de gama para esta marca da Companhia das Quintas.
É vinho regional de Lisboa elaborado pelo enólogo João Corrêa, com um lote de Cabernet Sauvignon, Petit Verdot e Touriga Nacional.

Apresenta uma cor vermelho rubi. No aroma sobreçaem os frutos silvestres, algumas especiarias tudo isto amparado por uma tosta bem trabalhada, pois o produtor anuncia, 20 meses em barricas novas de carvalho francês.
Na boca temos boa estrutura, bom corpo e não o amaciaram por completo, apresentando ainda uma agradável juventude.
Assim para consumo imediato pede um bom prato à mesa, e não sejam meigos, este vinho irá sobressair dessa forma.
Tem ainda um final vegetal e a secar um pouco a boca.

Ao segundo dia, voltei a prova-lo e é interessante ver, o quanto o Cabernet Sauvignon, passou a dominar o vinho. Para apreciadores desta casta, têm aqui mais uma escolha muito interessante.

Para quem procura, um vinho com mais argumentos, mais aromas e que dê maior satisfação à refeição, este é uma boa opção.

Nota: Vinho enviado pela Companhia das Quintas.

2 Comments

Filed under Vinho

E 2013 foi assim

Neste ano de 2013, escrevi 63 artigos. Algo que irá mudar radicalmente em 2014, vou dedicar-me muito mais a provar, fotografar e a escrever sobre vinhos no próximo ano!
Este ano o dia mais concorrido foi 28 de Maio, devido ao artigo – Blogues de vinhos – oportunidade online.

Quantos aos artigos mais populares em 2013 foram:
Melhores Blogs de Vinho para 2012 por Aníbal Coutinho;
Jantar de apresentação Muxagat Vinhos e Quinta do Monte Xisto;
Vinipax 2013;
Blogues de vinhos – oportunidade online;
Herdade do Esporão – Visita;

Votos de Um Grande 2014, cheio de bons vinhos!

2 Comments

Filed under Blogues

Nomeado para Melhor Blog de Vinho do Ano 2013

20131224-121336.jpg

Este blog ricardobernardo.net foi um dos nomeados para a categoria Melhor Blog de Vinho do Ano, pela segunda vez para os W Awards.

Agora resta aguardar por Janeiro de 2014, para saber quem vai ser o vencedor!

Comments Off

Filed under Blogues

Eu comprador de vinhos me confesso

20131218-211616.jpg

Antes mesmo de me considerar um wine blogger, sou um consumidor de vinhos!

E este Soalheiro Alvarinho 2012, foi um dos vinhos que mais vezes comprei ao longo deste ano de 2013!
Hoje mesmo comprei mais uma garrafa para degustar em família ao jantar.

Um Vinho Verde que tem muito daquilo que acho que um branco do ano deve ter:
- fruta, frescura e a devida acidez!
A juntar a tudo isto é daqueles vinhos fáceis e bons de encontrar nos grandes supermercados.

4 Comments

Filed under Vinho

Tons de Duorum Tinto 2012

Tons de Duorum Tinto 2012

Já se encontra disponível o tinto de entrada de gama da Duorum o Tons de Duorum Tinto 2012.
Bastante fácil de encontrar em muitos dos nossos supermercados, com um P.V.P. anunciado a rondar os €4.

No copo somos brindados por um vinho com aroma a frutos vermelhos e um ligeiro toque a baunilha.
Um tinto do Douro fresco, leve, para o dia-a-dia, mas onde não comprometemos o prazer de degustar um vinho.

Nota: Vinho enviado pela Duorum.

Comments Off

Filed under Vinho

A magia do #BYOB da última #DWCC13

BYOBLogrono

A DWCCDigital Wine Communications Conference, realizou-se em meados de Outubro passado em Logroño e estive na conferência como fotografo da mesma, acabou por ser uma experiência diferente para mim de viver esta conferência.

Começo por recordar o BYOBbring your own bottle, um evento cada vez mais caótico, mas que serve de rampa de lançamento para a conferência.

As fotografias estão neste set no Flickr.

Comments Off

Filed under Fotografia

Jantar Vínico Solar dos Lobos

O Restaurante Garrafeira Veneza recebeu na passada Quarta-feira 4 de Dezembro o jantar Vínico Solar dos Lobos / Grudisul.
Um restaurante que sabe tratar o vinho e onde fiquei a conhecer mais em pormenor este produtor alentejano, que celebra este ano 10 anos de existência.

Vitela
Quanto aos pratos servidos durante o jantar, as receitas são Portuguesas e confeccionadas com grande qualidade.

Solar dos Lobos

Como podem observar pela fotografia, trata-se de um produtor que dá bastante atenção à rotulagem dos seus vinhos.
Muito se deve aos destinos da empresa estarem nas mãos da filha do proprietário, ainda bem!
Pois de outra forma poderíamos ser brindados por muitos desses rótulos de qualidade artística duvidosa e que não exercem nenhum efeito positivo na hora da compra, especialmente num linear de supermercado.

Quantos produtores hipotecam as suas vendas com um mau rótulo!?
O rótulo é muito importante, na hora da escolha de um vinho!

Acerca deste tema vale a pena ler e comentar o artigo do Hugo Mendes.

Falemos agora dos vinhos provados:

Solar dos Lobos
Solar dos Lobos Branco 2012
Com um lote de Chardonnay, Arinto, Antão Vaz e Sauvignon Blanc. É um branco alentejano com castas internacionais com um aroma intenso, citrino e floral.
À medida de muitos paladares.
Daqueles brancos frescos, redondos e bastante suaves.
Acompanhou muito bem na entrada uma sapateira recheada.
Como se pode observar o rótulo é muito directo, quase tudo sobre o vinho se pode ler com facilidade nele.

Solar dos Lobos
Solar dos Lobos Tinto 2012
O tinto entrada de gama, resulta do lote das castas, Touriga Nacional, Aragonês, Castelão e Trincadeira.
De cor rubi e jovem no aroma a frutos vermelhos. Na boca temos um tinto fresco e harmonioso.
Tem tudo aquilo que tornou os Vinhos do Alentejo tão populares.

Solar dos Lobos Colheita Seleccionada Tinto 2012
O Colheita Seleccionada, já vem com mais bagagem. Mais musculado e com mais aromas. Para o lote desta vez escolheram Alicante Bouschet, Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon, Syrah e Aragonez.
Vem com um toque de especiarias no nariz que o torna mais desafiante. Na boca é mais elegante que o seu irmão, mais polido e suave.

A viagem nos tintos foi sempre em crescendo.

Solar dos Lobos
Solar dos Lobos Touriga Nacional 2010
Lançado em Janeiro de 2012, foi um sucesso em termos comerciais, o dia dos namorados chega em Fevereiro e como confidenciou a equipa comercial, esse foi um pormenor que deram bastante atenção.
Uma vez mais, um bom rótulo faz toda a diferença.
Para esta referência vão passar a utilizar sempre a casta que mais se destacar individualmente em cada ano, o próximo vai ser um Syrah de 2011.
Quanto a esta Touriga Nacional apresenta uma cor rubi escuro. Um aroma forte a fruta madura, com passagem por madeira a tosta remete para chocolate e especiarias.

Solar dos Lobos
Solar dos Lobos Freya Vinho Tinto 2009
Três castas, Touriga Nacional, Alicante Bouschet e Syrah, num lote que passou 12 meses em barricas de Carvalho Francês.
Com aromas a frutos silvestres e um toque a café. Na boca tem bom corpo, equilibrado e com acidez suficiente para se manter bastante vivo no copo.

Solar dos Lobos
Solar dos Lobos Grande Escolha 2009
Este é o actual topo de gama.
Um lote de Alicante Bouschet, Touriga Nacional e Aragonês.
Somos brindados no aroma com fruta madura e especiarias. A madeira utilizada no seu estágio imprimiu-lhe maior densidade no aroma. Na boca temos nervo, mas sem perder as estribeiras, mostrando-se elegante num corpo largo. Com final longo e retrogosto guloso. Tudo o que se espera num grande escolha.
Final com chave de ouro.

Felizmente que com estes vinhos não são só os rótulos que são bons, estão bem escalonados, e pode-se sentir a passagem de cada patamar. A enologia está a cargo de Susana Esteban e merece todos os créditos.

O meu agradecimento ao Solar dos Lobos pelo convite.

Comments Off

Filed under Jantar Vinico